Pages

sábado, 25 de dezembro de 2010

Então foi-se o Natal...


- O que vai me dar de Natal, Pedro?
- Nada! Já te dou trabalho todos os dias!


quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Então é Natal...

- Pedro! Esse ano vamos passar o natal na casa de meus pais, ok?
- Não tô a fim de ser falso com ninguém.
- Mas você já é falso o ano inteiro. O que custa mais um dia?


sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Dia dos pais


- Julia, domingo vamos visitar meu pai, tá?
- Tá, empresta uma grana?
- O que vai comprar pra ele?
- Nada! Preciso passar o domingo inteiro em algum bar.


terça-feira, 20 de julho de 2010

Até a última bituca


- Porra, Pedro! Fumar mata! Tá escrito no maço.
- Deviam colocar a mesma advertência na vida.


quinta-feira, 15 de julho de 2010

Brasil, meu Brasil brasileiro


- Já sabe em quem vai votar neste ano, Pedro?
- Vou anular!
- Mas você não vai ajudar em nada anulando seu voto. Precisa escolher bem seu candidato. O mais limpo, honesto...
- Mas votar nesses não é a mesma coisa que anular?

Pausa de quinze segundos...

- É! Faz sentido.


domingo, 13 de junho de 2010

Dando o troco


- Pedro, com todos os seus defeitos, você consegue me arrancar sorrisos. Por isso que eu te amo.
- Não! Tá tudo errado!
- Como é?
- O correto é "eu o amo",
- Tá! Se eu tivesse usado a norma culta, você me acusaria de traição.
- Ah é!?
- Sim, eu o conheço.
- De quem você tá falando?
- Viu?


quarta-feira, 26 de maio de 2010

Saia Pedro!


- Saiu hoje para procurar emprego?
- Não.
- Por quê?
- Porque tive medo de achar.


quinta-feira, 20 de maio de 2010

Sinceridade


- Homens deveriam assumir a calvície.
- Por quê?
- Porque todos devem se aceitar como são.
- Ok, assim como mulheres deveriam aceitar que estão gordas, né?


quarta-feira, 19 de maio de 2010

Direito de resposta



O dia que ser sincero for motivo para degradação de crenças, eu encerro todas as minhas atividades. Porém, esse dia está muito longe porque sei que meus leitores passam longe de qualquer julgamento sobre a ignorância. Ser ateu é uma coisa e ser um ateu à toa baseado em nada é outra. Eu me encaixo na segunda opção porque assumi que prefiro não ter argumento algum a perder meu tempo com falsos moralistas. Não estou levantando bandeira alguma contra os ateus e muito menos a favor de quem acredita em Deus ou qualquer manifestação espiritual.
Mas tenho o direito de julgar o @icultgeneration e @anablackmamba de ignorantes. Ironicamente hoje no blog Cranberry Sauce, de autoria de um dos meus criadores, foi publicado um artigo sobre analfabetismo funcional. Este texto se aplica perfeitamente a esses dois indivíduos que me acusam de preconceituoso e um soldado de cristo. Ora, eu assumi que sou ignorante e há pecado nisso? Eu não tenho culpa se uma interpretação de texto não foi clara para quem o leu. Não sou responsável pelas pessoas que querem entender apenas o que for de interesse pessoal. Eu assumi que não tenho posição alguma referente a Deus e isso não quer dizer que todos em minha posição tenham o mesmo. Meus lamentos se certas pessoas não entenderam o contexto por pura ignorância. Irônico, não?
Eu respeito todos os ateus e crentes (para esses dois não entenderem errado, crente é uma palavra comum a quem acredita em Deus, não necessariamente a uma posição religiosa, ok?), mas tenho todo o direito de questionar quem acredita e não exerce fé. Assim como questionar quem não acredita baseado em absolutamente nada. Neste caso, eu estou assumindo minha ignorância perante a Deus, que de fato confunde com minha preguiça em busca do que realmente penso. Sem mais, agradeço a visita de todos. Todos que adoram rir de minha frustração amorosa com Julia. Infelizmente eu e Julia não podemos mandar a todos um manual de como interpretar uma piada. Isso depende exclusivamente do repertório de vida de cada um. Assim como não vou julgar quem leva à sério uma luta de sabres de luz ou uma epopéia moralista do Senhor dos Anéis.

Com amor, Pedro

terça-feira, 18 de maio de 2010

Pelo amor de Deus


- Porque você não acredita em Deus? - pergunta Julia


- Pelo mesmo motivo que você acredita em horóscopo.


- E qual é?


- Ignorância.

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Solidão


- Ora, eu também me sinto sozinho - pensou Pedro quando comprava ração para o gato.
Na volta pra casa, padaria, um cigarro e uma cerveja.


sexta-feira, 7 de maio de 2010

Porque eu te amo


Julia entra no blog de Pedro e ao ler "eu nunca vou te abandonar", ela se enche de lágrimas. Mas as lágrimas ficam secas ao ser encaminhada para uma ode ao Corinthians.


terça-feira, 4 de maio de 2010

Preto no branco


- Fale baixo, Julia! Quer que os vizinhos ouçam a nossa discussão?
- Foda-se! Se eles ouvem a gente metendo, não vão se importar em ouvir a gente brigando!


terça-feira, 27 de abril de 2010

O gato


Julia reclamava que se sentia só. Pedro resolveu o problema dando um gato de presente.


terça-feira, 20 de abril de 2010

Atire a primeira pedra


- Pedro, você ouve Beatles demais. Por quê?
- Porque eles são mais populares que Jesus Cristo.
- E...?
- É meu único argumento para o ateísmo.


segunda-feira, 12 de abril de 2010

DR


Pedro pediu para Julia ser mais livre e ela juntou o útil ao agradável: liberdade e caridade.


sexta-feira, 9 de abril de 2010

Coito interrompido!


Quando não quer transar e fingir orgasmo, Julia veste seu melhor vestido: uma camisa do Flamengo.


quinta-feira, 8 de abril de 2010

Dois lados


O lado dela

Chegou calado e ligou a TV. Nosso amor foi frio, falou pouco comigo e não sussurrou meus apelidos.

O lado dele

Trampei demais, meu time perdeu. Mas pelo menos dei uma trepadinha.


quarta-feira, 7 de abril de 2010

Negativo


Julia andava preocupada com uma possível gravidez. Pedro tinha razão, só a achava um pouco gorda.


terça-feira, 6 de abril de 2010

Virando as costas


- Eu tenho tara em apertar cravinhos nas costas!
- Que ótimo! Já sei o que fazer quando eu brochar!


segunda-feira, 5 de abril de 2010

Futuro


- Tenho medo do futuro...
- Por quê? Pedro, você é jovem! Ainda nem chegou aos sessenta.
- Justamente por isso...


quarta-feira, 31 de março de 2010

Amor, meu grande amor


- Eu te amo! – disse Pedro sem hesitar.
- Eu também! – exclamou Julia.
- Sério?
- Claro! Eu também me amo!


terça-feira, 30 de março de 2010

Infinito enquanto dure


Depois de longas juras de amor e sexo contratual, Pedro a leva para casa. Ao entrar na sala, sorri. e com muito entusiasmo, a apresenta:
- Pai, mãe? Essa é Julia, minha próxima ex-namorada


sábado, 27 de março de 2010

Terra da garoa


Pedro andava pela Avenida Paulista, chovia e resolveu acender um cigarro. Um fiscal o aborda com uma multa. Estava fumando em lugar fechado.


sexta-feira, 26 de março de 2010

Dia seguinte


Após uma noite de amor, Julia exalava sexo. Preferiu sair para trabalhar sem tomar banho.


quinta-feira, 25 de março de 2010

Brochante


Pedro a puxou para a cama. Rasgou a alça da bolsa hiponga de Julia e a jogou no chão. Tirou sua blusa e ficou calado porque sua boca estava ocupada. Julia disse que precisava ir ao banheiro. Enquanto Pedro a espera, vê a bolsa com um livro quase por inteiro para fora. Era de Paulo Coelho. Ela volta.
- Vamos ver um pouco de TV? – pergunta Pedro, já com cara de merda.


Réu confesso

Pedro chegava todo dia bêbado em casa e ao ser perguntado pelo juiz qual a defesa pela guarda dos filhos, respondeu:

- Julia vive dizendo que para ser feliz é necessário viver cada dia como se fosse o último, meritíssimo.