Pages

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Direito de resposta



O dia que ser sincero for motivo para degradação de crenças, eu encerro todas as minhas atividades. Porém, esse dia está muito longe porque sei que meus leitores passam longe de qualquer julgamento sobre a ignorância. Ser ateu é uma coisa e ser um ateu à toa baseado em nada é outra. Eu me encaixo na segunda opção porque assumi que prefiro não ter argumento algum a perder meu tempo com falsos moralistas. Não estou levantando bandeira alguma contra os ateus e muito menos a favor de quem acredita em Deus ou qualquer manifestação espiritual.
Mas tenho o direito de julgar o @icultgeneration e @anablackmamba de ignorantes. Ironicamente hoje no blog Cranberry Sauce, de autoria de um dos meus criadores, foi publicado um artigo sobre analfabetismo funcional. Este texto se aplica perfeitamente a esses dois indivíduos que me acusam de preconceituoso e um soldado de cristo. Ora, eu assumi que sou ignorante e há pecado nisso? Eu não tenho culpa se uma interpretação de texto não foi clara para quem o leu. Não sou responsável pelas pessoas que querem entender apenas o que for de interesse pessoal. Eu assumi que não tenho posição alguma referente a Deus e isso não quer dizer que todos em minha posição tenham o mesmo. Meus lamentos se certas pessoas não entenderam o contexto por pura ignorância. Irônico, não?
Eu respeito todos os ateus e crentes (para esses dois não entenderem errado, crente é uma palavra comum a quem acredita em Deus, não necessariamente a uma posição religiosa, ok?), mas tenho todo o direito de questionar quem acredita e não exerce fé. Assim como questionar quem não acredita baseado em absolutamente nada. Neste caso, eu estou assumindo minha ignorância perante a Deus, que de fato confunde com minha preguiça em busca do que realmente penso. Sem mais, agradeço a visita de todos. Todos que adoram rir de minha frustração amorosa com Julia. Infelizmente eu e Julia não podemos mandar a todos um manual de como interpretar uma piada. Isso depende exclusivamente do repertório de vida de cada um. Assim como não vou julgar quem leva à sério uma luta de sabres de luz ou uma epopéia moralista do Senhor dos Anéis.

Com amor, Pedro

14 frustrados comentaram:

Guilherme Schildberg disse...

mano?
vc ta falando mal do Star Wars??
vc ta pensando q vc é quem? Jesus?

Marcelo Mayer disse...

HAHAHAHAHAHA
boa rapaz!
e eu não... eu gosto!
aliás, cadê o som? bora tocar!

Vanessa disse...

nossa! essa mina foi totalmente ridícula em chamar vcs de preconceituosos. ela não deve passar de uma nerdinha virgem e chata. e isso é um conceito já formado. a tira é muito boa e totalmente sincera. ele se julga imbecil pq quer acreditar em deus, mas não consegue. cara, isso foi sincero e essas garotas te chama de preconceito? é, são ignorantes mesmo.

disse...

Boa "Pedro" respondeu a altura! Eeeee povinho que não entende nada mesmo!

Ferdi disse...

HAHAHAHAHAHA, muito bom, meus caros Pedros, não esperava menos.
Beijos.

Glauco Guimarães disse...

Tem gente que leva sério uma piada, mas ama o pânico na tv, que esculacha o pobre e o ignorante. Definitivamente o número de acéfalos duplicou de ontem pra hoje.

Ludmila Melgaço disse...

Julia, te cuida: tô amando muito o Pedro agora! hahahahaha

Sabe aquela velha história de que religião não se discute? Eu discordo, mas tem gente que nem vale o esforço.

The Flaming Pie disse...

Levantar bandeira já é uma forma de preconceito. Esse pessoal que aponta 'você é preconceituoso' é o mais preconceituoso

Larissa disse...

HAHAHAHA
sensacional Mayer e Glauco! tem gente que não entende nada de piada e faz justamente o pedro disse: falso moralismo.

disse...

Já falei, quero meu sabre de luz pink!

Ana Marques disse...

Depois que todos conseguirem interpretar um texto escrito em élfico, traduzido por Sauron e interpretado por Peter Pan em Star Wars...

ah, droga. Me perdi.
Deve ser meu sol em peixes com ascendente em gêmeos virado do avesso à décima potência. :(

Edson Bueno de Camargo disse...

Pois eu sou ateu e principalmente á toa, sou vagabundo convicto e pensar me dá dor de cabeça.

Sou solidário ao Júlio e aos sues autores. De chato e patrulheiro ideológico o mundo já tá cheio.

tomemos um cerveja por eles.

Su disse...

Como já disse o gênio Chico Anysio: "quem acusa Tim Tones, Tim Tones é!"
Salve, Pedro. Tô adorando isso aqui.

mona handem disse...

Poh! vacilou um frustado não tá nem aí para os que os outros pensam......e eu não tô nem aì para o que tu escreveu.......